Desembargadores Gilson Barbosa e Claudio Santos tomam posse no TRE-RN

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) deu posse, na tarde dessa segunda-feira (31), a sua nova diretoria para o biênio 2020-2022. Em sessão solene virtual, por meio de videoconferência, tomaram posse o desembargador Gilson Barbosa como presidente e o desembargador Cláudio Santos, como vice-presidente e corregedor regional eleitoral. A sessão foi transmitida ao vivo no canal do YouTube do TRE-RN.

A Corte Eleitoral potiguar terá ainda como suplentes, os desembargadores Amílcar Maia e Ibanez Monteiro. Os novos dirigentes foram escolhidos para compor a Corte Eleitoral pelo Tribunal de Justiça em 10 de junho e substituem os desembargadores Glauber Rêgo e Cornélio Alves, que finalizam o biênio à frente da Presidência e Vice-Presidência e Corregedoria da Corte Eleitoral potiguar.

Em seu discurso de despedida, o desembargador Glauber Rêgo disse que um ciclo se encerra e se despede com orgulho e sensação de dever cumprido. Ele afirmou que, além de um momento de festejo em homenagem aos que chegam, era momento de prestar contas das atividades desenvolvidas no biênio em uma gestão que considerou participativa. Falou das metas alcançadas e da obstinação pelo êxito como característica da gestão.

Glauber Rêgo lembrou das metas alcançadas pela sua gestão, que foram o contínuo aprimoramento dos valores de credibilidade, segurança, transparência, credibilidade e responsabilidade social e ambiental, bem como deixar, como marca da gestão, uma Justiça Eleitoral eficiente, preocupada com o uso racional dos recursos públicos, e aos mesmo tempo capaz de oferecer um serviço jurisdicional de excelência ao cidadão potiguar.

Quanto à prestação de contas, sugeriu a leitura do Relatório de Gestão, disponível no site do TRE-RN. Porém, citou itens como: a racionalização de custos e investimentos; a instalação de usinas fotovoltaicas em Natal, Pau dos Ferros, Parnamirim e Assu; o Programa de Residência em Tecnologia da Informação; melhoria na comunicação com os eleitores; eventos realizados, entre outros. Disse que o maior legado que deixa é a implantação de uma cultura de valorização do trabalho e de satisfação de se fazer cada vez melhor.

A juíza do TRE-RN, Adriana Magalhães, fez a saudação aos empossados em nome da Corte. Ela destacou os desafios a serem enfrentados em virtude da pandemia e a necessidade de se ter capacidade de adaptação para as mudanças. Lembrou das medidas adotadas pelo Tribunal Regional Eleitoral com a chegada da pandemia, como a realização de 48 sessões de julgamentos em plataforma virtual, sendo proferidas 534 decisões e mais de 48 mil pedidos processados, formulados pelos eleitores. Disse que as próximas eleições municipais são um desafio nesse “novo normal”.

Ao saudar os empossados em nome do Ministério Público Eleitoral, o procurador regional eleitoral, Ronaldo Chaves, falou da importância do fortalecimento do regime democrático, afirmando que, para isso, exige-se um estado permanente de determinação, compromisso, responsabilidade e vigilância por todos. Destacou o compromisso da Justiça Eleitoral com a lisura do próximo pleito, longe de fraudes e abusos de qualquer natureza, o que considera um desafio para o presidente Gilson Barbosa.

O presidente da OAB-RN, Aldo Medeiros, saudou os empossados em nome da Ordem. Afirmou que a atualidade social e econômica impõem desafios cruciais ao gestores escolhidos a partir do voto popular na próxima eleição e que caberá aos novos parlamentares e gestores municipais honrarem com a escolha da maioria da população para reduzirem os danos causados pela pandemia, com medidas enérgicas no âmbito da educação, por exemplo. Destacou que o TRE-RN se destaca por sua sólida atuação em seus 80 anos de história e finalizou dizendo que os valores dos empossados, como julgadores, são reconhecidos por todos que militam no Poder Judiciário norte-rio-grandense.

Em seu discurso de posse, o desembargador Gilson Barbosa agradeceu aos pares por sua eleição para a Presidência do Tribunal Regional Eleitoral-RN, que ocorreu à unanimidade. Ele falou sobre o próximo pleito eleitoral: “Estou certo de que a eleição que se avizinha será excepcional, sem precedentes. Portanto, estou honrado com a missão que me foi confiada e tomo posse como presidente deste TRE”, afirmou, destacando que espera, para este ano, uma eleição retilínea, justa e que represente a vontade do povo.

Falou que a pandemia traz um desafio a mais e que é preciso voltar os olhos para as eleições municipais, pois serão exigidas coragem e dedicação da equipe que as conduzirá. “Neste aspecto, deposito minha confiança nos juízes e servidores eleitorais que integram este ramo da justiça brasileira”, disse, destacando a capacidade técnica, conhecimento expressivo e atualização dos serventuários o que propicia, na sua visão, um trabalho assertivo e eficiente.

“Minha gestão será embasada na ética, no cumprimento efetivo das normas constitucionais e infraconstitucionais na busca do melhor trato coma coisa pública e na atividade fim deste tribunal”, finalizou, se dizendo estar pronto para ultrapassar os desafios impostos, na busca de tornar a Justiça Eleitoral potiguar cada vez mais célere, transparente e efetiva.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200