Contadoria Judicial zera fila de processos superprioritários durante período de trabalho remoto

A fim de contribuir com a Justiça cada vez mais próxima do cidadão, a Contadoria Judicial (Cojud) do Tribunal de Justiça do RN zerou a fila dos processos superprioritários, ou seja, aqueles em que o autor tem doença terminal ou idade acima de 80 anos. Isso aconteceu durante o período do trabalho remoto, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

No total, foram finalizados os cálculos de 565 processos superprioritários: 200 em março, 205 em abril e 160 até o dia 24 de maio, dia em que os processos foram zerados.

A Cojud atende a todo o Poder Judiciário do RN no que se refere a cálculos divergentes, em questões que tratem da competência da Fazenda Pública, assim como das demais matérias, tanto do 1º como do 2º Grau, cálculos estes elaborados por ordem de recebimento, conforme disciplinado na Resolução 005/2017, de 25/01/2017 e Portarias 1.046/2017 e 203/2018.

Além dos processos superprioritários, a Contadoria também está contribuindo paralelamente com as demais filas de prioritários e ordinários para atender de forma mais célere possível, adotando a sistemática de para cada dois processos prioritários feitos um normal é realizado.

No momento, a Cojud conta com o trabalho de nove estagiários e quatro servidores fazendo cálculos. A unidade também é a responsável pela gestão da Calculadora Automática do TJRN e pela cobrança das custas finais/remanescentes.

Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte - Praça Sete de Setembro, nº 34, Cidade Alta, Natal/RN, CEP 59025-300 - (84) 3616-6200